segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Está tudo ilegal!

Todas as velhas cidades do interior têm o seu "café central", geralmente um lugar com bastantes reminiscências de décadas passadas e que é ponto de encontro do possível escol local que ali se desloca para ler o jornal, tomar qualquer coisa e dar dois dedos de conversa.

Évora não foge à tradição e tem o seu café na Praça do Giraldo.

Há uns bons anos, quando estive acampado na branca cidade, resolvi ir comer o pequeno almoço ao dito estabelecimento. Após a refeição, a minha namorada conferia a conta e detetava uma diferença de umas poucas dezenas de cêntimos. Comentou comigo, eu olhei para o papel e...

"Enganaram-vos?! Tenham muito cuidado. Isto está tudo ilegal!"

A voz vinha de um homem já com alguma idade sentado na mesa ao lado da nossa que, com um ar severo, continuou:

"Eu sou jornalista e vou fechar isto. Está tudo ilegal. Tudo!"

Assegurámos-lhe que não, que não era nada de mais, enquanto rezávamos para que a criatura dirigisse a sua atenção para outras vítimas, o quanto antes.

Chamámos o empregado, indicámos-lhe o erro discretamente e tudo se resolveu, felizmente já sem que o perturbado "jornalista" levantasse os olhos do periódico que lia e onde encontraria, certamente, suficientes motivos para alimentar o seu espírito.

O café continua aberto...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Textos relacionados