segunda-feira, 2 de julho de 2012

A rua de lugar algum

Não seria de esperar que numa pequena localidade a imaginação aplicada à toponímia se esgotasse. Em aldeias e vilas não há qualquer necessidade de, por exemplo, recorrer à numeração para nomear ruas e assim ultrapassar a dificuldade de arranjar qualquer coisa com que batizar uma via. Mas, em Palmela (essa vila que tantos de nós nos habituámos a ver ao longe, quando apressados a caminho do Algarve), alguém achou que já era tempo de homenagear esse mítico lugar onde ninguém vai, onde ninguém vive...mas que faz parte de tantas das nossas pragas.

Desconheço a origem do curioso nome desta via palmelense que fica ali bem pertinho do ex-libris local - o castelo da Ordem de Santiago -, mas a rua, essa, guarda segredos bem antigos, como se pode ver por esta página da Câmara Municipal (Escavações arqueológicas na Rua de Nenhures)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Textos relacionados